Você não está logado | Entrar | Cadastrar
29/03/2011

Sindicato fixa piso salarial em R$ 560 para trabalhador em carvoaria




Por: Diretório PPS-MS

Durante a primeira convenção coletiva para os trabalhadores que atuam no setor de carvoejamento em Mato Grosso do Sul, o Sitiemc-MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Indústrias Extrativas, Mineração e Carvão Vegetal em Geral de Mato Grosso do Sul) fixou em R$ 560 o piso salarial da categoria.



A convenção foi realizada sob protestos do sindicato patronal, pois a entidade não possui carta sindical de acordos anteriores, que nunca aconteceram.



O piso salarial fixado em R$ 560 representa porcentagem muito próxima do salário mínimo. Um dos itens definidos na convenção proíbe a comercialização de qualquer tipo de produto dentro das carvoarias, principalmente bebidas alcoólicas.



Um dos motivos que levaram a esta definição é para se evitar acidentes durante a operação nos fornos, o que muitas vezes leva a pessoa a óbito. Outro objetivo é que os produtos não cheguem com valor superfaturado aos trabalhadores, levando-os a comprometer todo o salário que recebem.



Os trabalhadores conquistaram ainda direito a hora extra e adicional de insalubridade. O registro na carteira de trabalho será feito na atividade que a pessoa exerce, e não de forma genérica, como vinha acontecendo.



Estima-se que 15 mil trabalhadores atuem no setor de carvoarias em Mato Grosso do Sul de maneira informal. Já no mercado formal, são cerca de 8 mil trabalhadores.





Avalie este conteúdo
Se você achou esse conteúdo interessante deixe seu voto clicando no botao "gostei". Os conteúdos melhor avaliados ficam em destaque para os outros usuários.


Este conteúdo tem 420 visitas

Para votar, você precisa estar logado no site.


Deixe seu comentário
Bloqueado
É preciso estar logado para deixar um comentário.
Clique aqui, cadastre-se e participe!!


Este conteúdo tem 0 comentário(s)











Caso seja mais de um amigo, separe os emails por vírgula.

Para votar, você precisa estar logado no site.


Desenvolvimento: RBW Comunicação | Hospedagem e Manutenção:Núcleo de Tecnologia do PPS
© Partido Popular Socialista - PPS (2008)